Navigation

Joe Biden e Kamala Harris são eleitos "Personalidade do Ano" da revista Time

Capa da revista Time com escolha de Joe Biden e Kamala Harris para Personalidade do Ano 11/12/2020 Time/Divulgação via REUTERS reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. dezembro 2020 - 13:42

Por Barbara Goldberg e Steve Gorman

NOVA YORK (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e a vice-presidente eleita, Kamala Harris, foram escolhidos conjuntamente como "Personalidade do Ano" de 2020 da revista Time na quinta-feira, tendo sido selecionados de uma lista de finalistas que incluiu o homem que Biden derrotou nas urnas, o presidente Donald Trump.

O ex-vice-presidente democrata e sua colega de chapa, uma senadora da Califórnia cuja eleição rompeu barreiras de gênero e raça, "ofereceram (juntos) uma restauração e uma reforma em uma única chapa", disse a Time em um perfil da dupla, publicado na internet juntamente com seu anúncio.

Na esteira da campanha presidencial norte-americana mais tumultuada dos tempos modernos, realizada em meio ao flagelo de uma pandemia mortal, uma devastação econômica e um acerto de contas tenso com o racismo,

Biden e Harris prevaleceram em uma eleição que atraiu o maior comparecimento eleitoral em um século.

O editor-chefe e presidente-executivo da Time, Edward Felsenthal, creditou aos vencedores terem triunfado "em um debate existencial sobre a realidade na qual habitamos".

"Por mudarem a história americana, por mostrarem que as forças da empatia são maiores do que as fúrias da divisão, por compartilharem uma visão de cura em um mundo enlutado, Joe Biden e Kamala Harris são a Personalidade do Ano de 2020 da revista Time".

Trump, o 45º presidente norte-americano e a Personalidade do Ano de 2016 da Time – honraria que recebeu um mês depois de sua vitória inesperada como candidato republicano daquele ano – estava entre os outros três finalistas no páreo neste ano, disse a revista.

Os dois outros eram os profissionais de saúde que combatem a pandemia de Covid-19 e os participantes do movimento por justiça racial desencadeado pelo assassinato de George Floyd, um negro que morreu depois que um policial branco de Mineápolis se ajoelhou sobre seu pescoço durante quase nove minutos no dia 25 de maio.

Geralmente a Personalidade do Ano é um indivíduo, mas várias vezes grupos de pessoas já foram escolhidas. O título da homenagem, de acordo com a publicação, indica "quem mais afetou as notícias ou nossas vidas, para melhor ou para pior".

A Time iniciou a tradição em 1927. A ativista climática então adolescente Greta Thunberg se tornou a pessoa mais jovem a receber a homenagem no ano passado.

(Reportagem adicional de Jill Serjeant)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Partilhar este artigo