Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BUENOS AIRES (Reuters) - O Buenos Aires Herald, jornal argentino de língua inglesa elogiado por sua cobertura da ditadura militar (1976-1983), será fechado depois de mais de 140 anos de publicação, informou o próprio jornal na segunda-feira.

"Os funcionários do Herald foram informados de que o jornal está fechando", disse o jornal em uma mensagem no Twitter, que também mostrou uma foto da capa da edição de seu 140º aniversário, em setembro passado.

A decisão foi tomada menos de um ano depois de o jornal, que já foi o único diário em inglês da América Latina, passar para uma edição impressa semanal, culpando as condições econômicas difíceis e uma grande migração de leitores para as mídias digitais.

O Buenos Aires Herald, intimamente associado à comunidade britânica e, nos últimos anos, norte-americana da Argentina, foi louvado por sua cobertura dos "desaparecidos", as pessoas que foram sequestradas, torturadas e muitas vezes assassinadas pelo Estado durante a ditadura, enquanto a maior parte da mídia do país mantinha o silêncio.

O Herald é de propriedade majoritária do conglomerado Indalo Group, que também é dono do jornal financeiro local Ambito Financiero.

(Por Luc Cohen)

Reuters