Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

AUSTIN, Estados Unidos (Reuters) - Uma adolescente do Estado norte-americano do Texas morreu após segurar um celular conectado à tomada enquanto tomava um banho, fazendo com que sua família divulgasse o incidente para prevenir outras mortes por eletrocussão.

Madison Coe, de 14 anos e moradora da cidade de Lubbock, morreu durante o fim de semana na casa do seu pai, no Novo México, relatou o Hobbs News-Sun, citando autoridades da emergência.

    A polícia de Lovington, Novo México, informou que a vítima aparentava ter sido eletrocutada e que encontrou um celular, cabo de carregador e extensão no banheiro.

    A avó de Madison disse em entrevista à TV KCBD, de Lubbock, que a jovem ficou com uma marca de queimadura na mão em que segurava o celular.

    "Este tipo de tragédia não precisa acontecer com mais ninguém", disse Donna O'Guinn, avó da jovem, à KCBD.

    "Queremos que algo bom surja disto como conscientização de não usar seu telefone celular no banheiro enquanto está plugado e carregando”, acrescentou a avó. "Ela era simplesmente doce com todos e todos a amavam."

    A mãe da jovem, Angela O'Guinn Downs, publicou uma mensagem em sua página no Facebook mostrando fotos de sua filha junto à mensagem: “Por favor, por favor deixem a voz dela ser ouvida e protejam e eduquem seus filhos sobre perigos fatais de eletrocussão”.

(Reportagem de Jon Herskovitz)

Reuters