Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MADRID (Reuters) - O Supremo Tribunal da Espanha negou nesta terça-feira pedido para que os restos do ditador Francisco Franco sejam exumados do Vale dos Caídos, lugar construído por presos da guerra civil onde foi enterrado o corpo do general que governou a Espanha

durante 40 anos.

O tribunal negou recurso apresentado em julho do ano passado pelo ex-magistrado Baltasar Garzón junto com os advogados Manuel Ollé e Eduardo Ranz em que solicitavam que o Vale dos Caídos fosse transformado em um espaço de memória das vítimas da guerra civil espanhola (1936-39) e da ditadura franquista.

Os três disseram que vão recorrer da decisão no Tribunal

Constitucional e, se necessário, perante o Tribunal Europeu de

Direitos Humanos.

(Por Enrique Anarte e Rodrigo de Miguel)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters