Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CABUL (Reuters) - O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, tomará posse no dia 19 de novembro para seu segundo mandato, disse uma autoridade do governa nesta quarta-feira. Ele foi reeleito num pleito marcado por suspeitas de fraude, em que teve mais de um quarto dos seus votos anulados.
"Em 19 de novembro teremos uma cerimônia de posse do presidente, e uma comissão liderada pelo ministro da Defesa irá comandar a cerimônia de posse", disse a jornalistas o general Zaher Azimy, porta-voz do Ministério da Defesa.
Ele disse que funcionários de vários ministérios assistirão à cerimônia, mas não confirmou a presença de nenhum dignitário estrangeiro. A embaixada dos EUA tampouco se manifestou sobre a presença de representantes norte-americanos.
Karzai deve anunciar seu novo gabinete ainda neste mês, em data não especificada.
O Afeganistão deveria ter realizado um segundo turno em 7 de novembro, mas o adversário dele, Abdullah Abdullah, desistiu dias antes. Antes, uma investigação da ONU havia invalidado dezenas de milhares de votos dados a Karzai no primeiro turno, em 20 de agosto.
Líderes mundiais já cumprimentaram Karzai pela reeleição, mas a fraude eleitoral abalou sua reputação entre os países ocidentais que mantêm quase 110 mil soldados defendendo seu governo da crescente insurgência do Taliban.
Autoridades dos EUA, da Europa e da ONU cobram mais empenho de Karzai no combate à corrupção no próximo mandato. Cabul se queixa desses comentários, qualificando-os como uma interferência indevida.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters