Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Autor nipo-britânico Kazuo Ishiguro posa para foto durante entrevista com a Reuters, em Nova York 20/04/2005

(reuters_tickers)

ESTOCOLMO (Reuters) - Kazuo Ishiguro, autor britânico de "Os Vestígios do Dia", recebeu o prêmio Nobel de Literatura, anunciou a Academia Sueca, nesta quinta-feira.

Nascido no Japão, Ishiguro ganhou o Man Booker Prize pelo romance de 1989, transformado em filme indicado ao Oscar. A Academia Sueca elogiou a habilidade do autor em desvendar "o abismo sob nosso senso ilusório de conexão com o mundo".

O prêmio equivalente a 1,1 milhão de dólares marca um retorno a uma interpretação mais tradicional de literatura, depois de ter sido concedido ao cantor e compositor norte-americano Bob Dylan, em 2016.

As obras de Ishiguro, que se mudou para o Reino Unido quando criança, tratam com frequência de temas como memória, tempo e autoilusão, disse a Academia.

"Ele é um pouco como uma mistura de Jane Austen, comédia de costumes e Franz Kafka. Se você misturar isso um pouco, não muito, você tem a essência de Ishiguro", disse Sara Danius, secretária permanente da Academia Sueca.

Ishiguro começou a chamar atenção nos anos 1980 por obras como "A Pale View of the Hills" e alcançou fama global com "Os Vestígios do Dia", história de um mordomo exigente e reprimido no Reino Unido pós-guerra. A versão cinematográfica foi estrelada por Anthony Hopkins e Emma Thompson.

Agora, Ishiguro se junta a nomes como Alexander Solzhenitsyn, Doris Lessing e Ernest Hemingway como vencedor do o prêmio literário mais prestigioso do mundo.

Críticos disseram que a decisão de premiar Dylan no ano passado foi uma desfeita a candidatos mais merecedores e se desviou do que é tradicionalmente visto como literatura.

O prêmio recebe o nome do inventor da dinamite, Alfred Nobel, e tem sido concedido desde 1901 para realizações na ciência, literatura e paz, de acordo com seu testamento.

(Por Simon Johnson e Justyna Pawlak; reportagem adicional de Anna Ringstrom, Niklas Pollard, Johannes Hellstrom e Daniel Dickson)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters