Navigation

Kerry diz à Rússia que investigadores precisam poder ir a local de queda do avião

Este conteúdo foi publicado em 19. julho 2014 - 21:33

WASHINGTON (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, ressaltou durante telefonema com o chanceler russo, Sergei Lavrov, que os investigadores internacionais precisam ter acesso total ao local da queda do avião da Malaysia Airlines na Ucrânia, informou o Departamento de Estado.

Kerry disse a Lavrov que os Estados Unidos estão "muito preocupados" sobre os relatos de que restos mortais das vítimas e destroços estavam sendo removidos ou adulterados, disse o Departamento de Estado em um comunicado.

Kerry disse que os EUA também estão preocupados em relação à recusa para um "acesso apropriado" ao local da queda no leste da Ucrânia a monitores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa e investigadores internacionais, acrescentou o comunicado.

(Reportagem de Frances Kerry e Eric Beech)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.