Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov. 19/05/2016 REUTERS/Sergei Karpukhin

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta segunda-feira que espera um pedido de desculpas da Fox News pelo que disse ter sido um comentário "inaceitável" de um dos apresentadores do canal sobre o presidente russo, Vladimir Putin, durante uma entrevista com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O âncora da Fox News Bill O'Reilly descreveu Putin como "um assassino" durante entrevista com Trump, à medida que tentava pressionar o líder norte-americano a explicar com mais detalhes as razões para respeitar o presidente russo. O'Reilly não disse quem pensa que Putin teria matado.

"Consideramos tais palavras da companhia de TV Fox inaceitáveis e insultantes, e falando honestamente, preferimos receber um pedido de desculpas de tal companhia de TV respeitada", disse a repórteres o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, em teleconferência.

(Reportagem de Maria Tsvetkova)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters