Kremlin diz que plano de gastos da Otan confirmam seus temores com a aliança

Porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov chega para reunião em Sochi 04/12/2019 REUTERS/Shamil Zhumatov/Pool reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 04. dezembro 2019 - 12:14

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta quarta-feira que os relatos de que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) planeja elevar seus gastos com defesa mostram que a Rússia está certa em estar preocupada sobre o que disse ser a expansão da aliança militar ocidental para o leste e sobre sua política de tentar conter a Rússia.

"Vemos que a Otan promove ações que visam a contenção e a expansão em relação ao nosso país. Isso pode apenas gerar nossa preocupação", disse o porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov a jornalistas em uma conferência telefônica.

Ele disse que a Rússia não será arrastada para uma custosa corrida armamentista, apesar do comportamento da Otan.

(Reportagem de Tom Balmforth e Maria Kiselyova)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo