Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, durante coletiva de imprensa em Sochi, na Rússia 19/05/2016 REUTERS/Sergei Karpukhin

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta quarta-feira que está ouvindo declarações contraditórias da Casa Branca sobre novas sanções contra a Rússia aprovadas pelo Congresso dos Estados Unidos.

O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, disse que ele e o presidente Donald Trump não acreditam que novas sanções seriam "úteis para esforços" de diplomacia com a Rússia. Entretanto, a Casa Branca também disse que Trump pretende assinar o projeto de lei com das sanções.

Perguntado sobre os comentários de Tillerson, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres: "Nós não escutamos tais comentários. Nós observamos que há uma certa contradição nas declarações da Casa Branca".

"Sem dúvida, é importante que o presidente dos Estados Unidos esteja pensando sobre o estado atual e sobre as perspectivas para relações bilaterais", disse.

(Reportagem de Denis Pinchuk)

Reuters