Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos EUA, Donald Trump, durante telefonema com presidente russo, Vladimir Putin, na Casa Branca. 28/01/2017 REUTERS/Jonathan Ernst

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta segunda-feira que ainda é cedo para falar sobre quaisquer possíveis acordos com os Estados Unidos sobre sanções à Rússia, mas o presidente russo, Vladimir Putin, pode se encontrar com o presidente dos EUA, Donald Trump, antes de uma cúpula G20 em julho.

Putin e Trump conversaram por telefone no sábado e o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres em teleconferência nesta segunda-feira que o telefonema foi produtivo.

"(Mas) é quase impossível conversar sobre quaisquer acordos (sobre sanções)", disse Peskov.

"Para começar, precisamos definir a data e hora de um encontro entre os dois presidentes. Assessores estão trabalhando nisso agora", disse, acrescentando que o encontro pode acontecer antes de cúpula do G20 marcada para 7 e 8 de julho em Hamburgo, Alemanha.

Peskov disse que Putin e Trump não discutiram sobre sanções no telefonema de sábado, na primeira conversa desde a posse de Trump.

"Vimos prontidão para resolver problemas difíceis através de diálogos, que o presidente Putin há tempos pede e infelizmente nos anos anteriores não encontramos uma resposta".

(Reportagem de Denis Pinchuk)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters