Navigation

Líbano prende 16 em investigação sobre explosão no porto de Beirute, diz agência de notícias estatal

Bandeira libanesa é iluminada com velas. 06/08/2020. REUTERS/Suhaib Salem. reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 06. agosto 2020 - 21:12

BEIRUTE (Reuters) - As autoridades libanesas prenderam 16 indivíduos em uma investigação sobre a explosão de um armazém portuário em Beirute, que abalou a capital, informou a agência de notícias estatal NNA nesta quinta-feira.

Segundo a agência, o juiz Fadi Akiki, representante do governo na corte militar, afirmou que até o momento as autoridades questionaram mais de 18 autoridades portuárias e aduaneiras e indivíduos responsáveis ​​ou envolvidos em trabalhos de manutenção no armazém, que abrigava material altamente inflamável que explodiu.

"Dezesseis pessoas foram presas como parte da investigação", afirmou Akiki, segundo a NNA, sem identificar os indivíduos. Ele disse que a investigação continua.

(Por Hesham Abdul Khalek e Ghaida Ghantous)

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.