Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder catalão Carles Puigdemont participa de protestos em Barcelona, Espanha 2/10/2017 REUTERS/Juan Medina

(reuters_tickers)

BARCELONA (Reuters) - O líder regional catalão Carles Puigdemont disse nesta quarta-feira que é a favor da mediação para encontrar uma saída para a crise catalã, mas que o governo espanhol não aceitou.

"Este momento exige mediação. Recebemos várias ofertas nas últimas horas e receberemos mais. Todos sabem que estou pronto para iniciar um processo de mediação", disse ele em um discurso televisionado.

"Vou repetir tantas vezes quanto for necessário: diálogo e acordo fazem parte da cultura política do nosso povo. No entanto, o Estado não deu nenhuma resposta positiva a essas ofertas", afirmou.

Espera-se que o Parlamento catalão declare unilateralmente a independência da Espanha na próxima segunda-feira após um referendo que o governo espanhol e os tribunais declararam ilegal.

"Estou certo de que nos próximos dias mostraremos o melhor do nosso país, quando as instituições da Catalunha terão que aplicar os resultados do referendo", disse Puigdemont.

(Reportagem de Adrian Croft)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters