Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder da Catalunha, Carles Puigdemont 10/10/2017 REUTERS/Albert Gea

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - O líder da Catalunha, Carles Puigdemont, proclamou a independência da região do restante da Espanha nesta terça-feira, mas disse que os efeitos serão adiados para permitir negociações.

"Eu assumo o mandato de que a Catalunha precisa se tornar um Estado independente na forma de uma República... Proponho suspender os efeitos da declaração de independência para ingressar em conversações para alcançar uma solução negociada", disse Puigdemont ao Parlamento catalão.

O líder não chegou a buscar diretamente o apoio do Parlamento regional para votação sobre uma declaração de independência.

(Reportagem de Angus Berwick)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters