Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Vice-primeira-ministra da Espanha, Soraya Sáenz de Santamaria, durante coletiva de imprensa, em Madri 16/10/2017 REUTERS/Juan Medina

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - O governo da Espanha irá assumir o controle da Catalunha e a administração da região se o líder catalão, Carles Puigdemont, não desistir de uma tentativa de separar a região do restante da Espanha até as 10h (5h, no horário de Brasília) de quinta-feira, disse a vice-primeira-ministra da Espanha, Soraya Sáenz de Santamaria.

"O sr. Puigdemont ainda tem a oportunidade de começar a resolver essa situação, ele precisa responder 'sim' ou 'não' sobre a declaração (de independência)", disse Sáenz de Santamaria.

O governo de Madri havia dado a Puigdemont até as 10h desta segunda-feira para esclarecer seu posicionamento sobre a independência com um "sim" ou "não", mas o líder da Catalunha não respondeu diretamente à pergunta.

(Reportagem de Julien Toyer)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters