Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder da Liga Norte Matteo Salvini concede entrevista em Roma 14/3/2018 REUTERS/Tony Gentile

(reuters_tickers)

Por Gavin Jones e Claudia Cristoferi

ROMA (Reuters) - O líder do partido italiano eurocético Liga Norte disse nesta quarta-feira que um acordo de governo com o antissistema Movimento 5 Estrelas é possível após uma eleição inconclusiva, levantando a possibilidade de dois grupos radicais comandando o país.

A eleição de 4 de março terminou em um impasse, com o 5 Estrelas e a Liga surgindo como os dois principais partidos no Parlamento, mas nenhum bloco ou grupo conseguiu uma maioria para governar sozinho.

    O chefe de Estado da Itália deve começar consultas no próximo mês para tentar acabar com o impasse na terceira maior economia da zona do euro, com diversos partidos se posicionando para negociações possivelmente turbulentas e longas.

    “Exceto o PD, tudo é possível”, disse o líder da Liga, Matteo Salvini, a repórteres, se referindo ao Partido Democrático (PD), de centro-esquerda, que foi derrotado após cinco anos difíceis no poder tentando retomar a economia.

    O PD prometeu se deslocar para a oposição.

    O 5 Estrelas, nascido como um movimento de protesto em 2009, há tempos tem resistido a quaisquer sugestões de formar alianças, mas o líder Luigi Di Maio destacou nesta quarta-feira que agora deseja conversas com outros partidos para corrigir um programa comum.

“Antes de falarmos sobre quem, vamos falar sobre o que, vamos buscar um programa centrado nas pessoas fora dos corredores de poder”, disse em um evento de uma associação comercial em Milão.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

The citizens' meeting

Reuters