Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE (Reuters) - O líder do grupo libanês Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, disse nesta sexta-feira que a Arábia Saudita declarou guerra contra o Líbano e contra o Hezbollah e disse que o primeiro-ministro libanês, Saad al-Hariri, que renunciou ao cargo durante discurso feito em Riad no sábado, está sendo detido em território saudita.

Em pronunciamento televisionado Nasrallah disse que a renúncia de Hariri foi uma "intervenção saudita sem precedentes" na política libanesa e pediu pelo retorno de Hariri ao Líbano. Ele disse que o governo do libanês ainda é legítimo e que não renunciou.

(Reportagem de Lisa Barrington, Tom Perry, Laila Bassam, Ellen Francis e Sarah Dadouch em Beirute)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters