Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei. 17/09/2007 REUTERS/Morteza Nikoubazl

(reuters_tickers)

DUBAI (Reuters) - O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, rejeitou o alerta feito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para Teerã interromper os testes de mísseis, e pediu aos iranianos para responderem às "ameaças" de Trump na sexta-feira, no aniversário da Revolução de 1979.

"Nenhum inimigo pode paralisar a nação iraniana", disse Khamenei, segundo seu site oficial, em encontro com comandantes militares em Teerã.

"(Trump) diz 'vocês deveriam ter medo de mim'. Não! O povo iraniano irá responder suas palavras em 10 de fevereiro (aniversário da Revolução) e irá mostrar sua posição contra tais ameaças".

(Reportagem de Bozorgmehr Sharafedin)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters