Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bandeiras da União Europeia e do Reino Unido REUTERS/Jon Nazca

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - A livre circulação de pessoas entre o Reino Unido e a União Europeia terminará em março de 2019, quando os britânicos deixarão o bloco, disse o porta-voz da primeira-ministra britânica, Theresa May, nesta segunda-feira.

Na semana passada, o ministro das Finanças britânico, Philip Hammond, disse que não deveria haver nenhuma mudança imediata nas regras de imigração quando o Reino Unido deixar o bloco.

"A livre circulação terminará em março de 2019", disse o porta-voz de May a repórteres, acrescentando que o governo já estabeleceu alguns detalhes, incluindo propostas sobre os direitos dos cidadãos da União Europeia após o Brexit.

"Outros elementos do sistema de imigração pós-Brexit serão apresentados no devido tempo, seria errado especular sobre como isso pode parecer, ou sugerir que a livre circulação continuará como é agora".

Depois que membros do governo de May pareceram se contradizer nos últimos dias sobre os planos para a saída da União Europeia, o porta-voz também disse que o posicionamento do governo em relação ao Brexit continua como estabelecido pela primeira-ministra em janeiro.

Detalhes de um período de implementação pós-Brexit são uma questão para negociação, acrescentou, mas o Reino Unido não está buscando uma solução "pronta". O jornal Financial Times relatou na última semana que Hammond esperava por um acordo de transição "pronto".

(Reportagem de Kylie MacLellan)

Reuters