Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente da França, Emmanuel Macron, discursa enquanto assume o cargo em cerimônia no Palácio do Eliseu, em Paris. 14/05/2017 REUTERS/Francois Mori

(reuters_tickers)

PARIS (Reuters) - O novo presidente da França, Emmanuel Macron, nomeou nesta segunda-feira o conservador Edouard Philippe como primeiro-ministro, EM uma ação sem precedentes na França pós-guerra de escolha voluntária de um líder de fora do partido do presidente para ocupar o cargo de premiê.

Philippe, de 46 anos, prefeito da cidade portuária de Le Havre e parlamentar, é aliado próximo do conservador de destaque Alain Juppé e integra a ala moderada do partido conservador Os Republicanos.

Ele será uma contrapartida para os parlamentares ex-socialistas que se juntaram à causa de Macron, que é do partido de centro República em Marcha!.

(Reportagem de Ingrid Melander)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters