Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros de equipes de resgate realizam buscas próximo ao hotel Rigopiano, em Farindola, Itália. 22/01/2017 Soccorso Alpino Speleologico Lazio/Handout via REUTERS

(reuters_tickers)

FARINDOLA, Itália (Reuters) - Membros das equipes de resgate retiraram durante a noite cinco corpos dos destroços de um hotel no centro da Itália que foi atingido por uma avalanche na semana passada, levando o número total de mortos no acidente para 12, informou nesta terça-feira a brigada nacional de incêndio.

Até o momento 11 pessoas foram resgatadas dentro e nos arredores do hotel no parque nacional Gran Sasso. Algumas pessoas sobreviveram por dois dias debaixo de gelo e destroços.

Mas 17 pessoas ainda estão desaparecidas após uma parede de neve desabar sobre o prédio de quatro andares na quarta-feira, horas após terremotos atingirem a região.

As cinco vítimas mais recentes eram três homens e duas mulheres, mas ainda não foram identificadas, segundo autoridades.

Os primeiros funerais serão realizados nesta terça-feira.

Procuradores em Pescara, cidade próxima ao local, abriram uma investigação sobre a avalanche.

(Reportagem de Sasa Kavic e Roberto Mignucci, em Farindola, e Isla Binnie, em Roma)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters