Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Reuters) - Enormes incêndios florestais no sul da Espanha forçaram a retirada de mais de 1.500 pessoas de suas casas, acampamentos e hotéis, disse uma autoridade do governo neste domingo.

Assim como boa parte da Espanha, a área próxima a Huelva está em alerta máximo para incêndios florestais devido à onda de calor. Na semana passada, 64 pessoas morreram em um incêndio florestal na vizinha Portugal. 

As chamas foram vistas na noite de sábado na região de Moguer, perto de Huelva, e estão sendo tratadas como nível 1 – ou ameaça máxima – pelos serviços de emergência.

José Fiscal, ministro do Meio Ambiente do governo regional de Andaluzia, disse neste domingo que o fogo provavelmente foi criminoso, noticiou o jornal espanhol El País.

Os serviços de emergência estão trabalhando para conter o fogo, mas condições adversas de vento dificultam a previsão sobre quando o incêndio estará totalmente sob controle.  

(Por Sam Edwards em Barcelona e Rodrigo de Miguel em Madri)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters