Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

KUALA LUMPUR (Reuters) - A polícia da Malásia prendeu três pessoas suspeitas de planejarem detonar uma bomba durante um festival anual de cerveja na capital Kuala Lumpur, disse o chefe de polícia do país nesta terça-feira.

O evento de dois dias "Festival da Melhor Cerveja" foi cancelado no mês passado devido a objeções de um partido islâmico, que alegou que o festival poderia levar a estupros e outros crimes e a sexo livre.

Um prestador de serviços do ramo da construção, um ex-soldado e um estudante de 19 anos com laços com o grupo militante Estado Islâmico foram presos em Kelantan, Estado do norte do país, na terça-feira passada, devido à suspeita de planejamento do ataque, disse o inspetor-geral da polícia, Mohamad Fuzi Harun, a repórteres.

"Os suspeitos tinham planos de atacar o festival de cerveja, casas de oração e locais de entretenimento em Kuala Lumpur e áreas circundantes", afirmou.

O ex-soldado de 34 anos providenciou fundos ao estudante que seriam usados para produzir e testar artefatos explosivos improvisados para serem usados nos ataques, disse Mohamad Fuzi.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters