Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BAGDÁ (Reuters) - Nuri al-Maliki disse nesta segunda-feira que a decisão do presidente do Iraque de nomear um substituto para ele como primeiro-ministro era uma "violação perigosa" da Constituição.

Em discurso transmitido pela televisão e rodeado por aliados políticos, ele prometeu: "vamos corrigir o erro".

Maliki disse que as forças militares e de segurança estavam engajadas em uma batalha contra militantes sunitas do Estado Islâmico, que novamente se infiltraram no norte do país.

(Reportagem de Michael Georgy)

Reuters