Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Benjamin Cooper e Alison Bevege

SYDNEY (Reuters) - Mais de 20 mil pessoas se reuniram neste domingo em Sydney para pedir a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, dias antes de uma votação pelo correio sobre a questão que dividiu o país.

De acordo com os organizadores, essa teria sido a maior manifestação dos direitos dos homossexuais da Austrália, uma vez que diversas pessoas vestidas com as cores do arco-íris convergiram no coração da cidade para insistir na igualdade de direitos.

"Estamos impressionados com a resposta", disse Cat Rose, da Comunidade Ação Contra a Homofobia. "A força que mostramos hoje nos coloca em bom lugar para vencer esta batalha nos próximos dois meses".

Embora a votação pelo correio não seja obrigatória, a expectativa é de que um voto pelo "sim" leve à legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que pode fraturar ainda mais o governo do primeiro-ministro Malcolm Turnbull.

Os votos serão enviados a partir de 12 de setembro, com o resultado previsto para novembro.

Segundo o líder da oposição do país, Bill Shorten, é a lei que tem que mudar, não a comunidade gay.

"Nós temos uma última montanha para escalar antes de fazer da igualdade do casamento uma realidade. Vamos escalar juntos, hoje", disse.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters