Reuters internacional

TUNIS (Reuters) - Manifestantes tunisianos fecharam neste sábado uma estação de bombeamento de petróleo na província de Tatatouine, que alimenta um terminal marítimo costeiro, como parte dos protestos para exigir empregos, informaram a rádio estatal local e duas testemunhas.

O exército protegia as instalações no sul da Tunísia, mas depois que as tropas dispararam duas vezes no ar para dispersar a multidão, um engenheiro local foi autorizado a fechar a estação Vana de bombeamento para evitar confrontos com os manifestantes, disse a testemunha.

A Tunísia é um pequeno produtor de petróleo com cerca de 44 mil barris por dia. Mas as semanas de protesto nas províncias do sul já forçaram duas empresas estrangeiras a parar a produção, fechar campos ou remover funcionários como precaução.

(Reportagem de Tarek Amara)

Reuters

 Reuters internacional