Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Logo da petroleira Shell, em Londres 06/03/2014 REUTERS/Neil Hall

(reuters_tickers)

AKUKU-TORU, Nigéria (Reuters) - Centenas de manifestantes nigerianos invadiram uma estação de fluxo de petróleo da Shell na volátil região do Delta do Níger nesta sexta-feira, exigindo empregos e desenvolvimento de infraestrutura, afirmou uma testemunha da Reuters.

Os manifestantes reclamaram que não se beneficiam com a produção de petróleo em sua região, uma alegação comum na empobrecida região, que produz a maior parte do petróleo da Nigéria. Eles também exigem o fim da poluição resultante da exploração de petróleo na área.

Soldados e guardas não dispersaram a multidão enquanto os manifestantes invadiam a estação de fluxo Belema, no Estado de Rivers, que abastece de petróleo o terminal de exportação Bonny, da Shell.

A Shell não fez nenhum comentário, e não ficou claro de imediato se houve algum impacto na produção de petróleo.

(Reportagem de Tife Owolabi; Reportagem adicional de Libby George)

Reuters