Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

XANGAI/PEQUIM (Reuters) - Centenas de manifestantes fizeram uma passeata em um distrito comercial na cidade chinesa de Xangai para protestar contra as mudanças nos regulamentos domiciliares, em uma rara demonstração de descontentamento público no pólo financeiro.

Filmagens realizadas no fim do sábado compartilhadas nas redes sociais mostram centenas de manifestantes segurando cartazes e gritando palavras de ordem enquanto marchavam pela Nanjing Road, uma chamativa rua comercial no centro da cidade.

Um vídeo visto pela Reuters mostrou policiais montando bloqueios e arrastando um manifestante para longe. A imprensa não noticiou as manifestações, enquanto as menções ao protesto nas redes sociais foram retiradas pelos censores da internet.

A polícia de Xangai não respondeu a um pedido para comentários.

Duas testemunhas disseram à Reuters que cerca de 10 manifestantes que estavam segurando cartazes e pareciam liderar o protesto foram levados pela polícia.

“Todo o lado da rua em frente à loja da Apple estava lotado de gente”, disse o proprietário de uma barraca próxima, que não quis ser identificado, acrescentando que a multidão se reuniu perto das 20h e se dispersou por volta das 22h. “A polícia veio e levou os líderes embora”.  

(Por Andrew Galbraith e Yawen Chen)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters