Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LOS ANGELES (Reuters) - Maryam Mirzakhani, primeira e única mulher a receber o equivalente ao Prêmio Nobel da Matemática, morreu no sábado aos 40 anos, após uma batalha contra o câncer, disseram representantes da Universidade de Stanford, onde ela lecionava.

A morte de Mirzakhani, nascida em Teerã, que se especializou em matemática teórica, aconteceu três anos após a conquista da Fields Medal em um evento em Seul.

O prêmio é entregue a cada quatro anos para honrar matemáticos com menos de 40 anos que fizeram importantes contribuições. Mirzakhani tinha 37 anos em 2014 quando tornou-se a primeira mulher a vencer o prêmio, criado em 1936 e considerado o equivalente ao Prêmio Nobel para a Matemática.

A matemática recebeu a medalha por seu trabalho na compreensão da simetria de superfícies curvadas, disseram representantes de Stanford em 2014.

Mirzakhani, na época, disse que sonhou em se tornar uma escritora quando era jovem, antes de se interessar por problemas matemáticos.

“É divertido; é como resolver um quebra-cabeças ou ligar os pontos em um caso de detetive”, disse ela em 2014.

(Por Alex Dobuzinskis)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters