Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeira-ministra britânica, Theresa May, durante evento em Londres. 09/01/2017 REUTERS/Dan Kitwood/Pool

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - Uma Escócia independente não seria parte da União Europeia, disse nesta quarta-feira a primeira-ministra britânica, Theresa May.

A maioria dos escoceses apoiou a permanência na União Europeia em referendo no ano passado e o partido governista da Escócia, o Partido Nacional Escocês (SNP), que perdeu uma tentativa de independência em 2014, disse que deve haver outra votação sobre a questão caso seus pontos de vista sobre a saída do Reino Unido da União Europeia sejam rejeitados nas negociações com Bruxelas.

Na terça-feira, o Parlamento da Escócia rejeitou os planos de May sobre o Brexit em uma votação simbólica e não vinculativa.

Questionada por um parlamentar do SNP se iria seguir em frente e ativar conversas formais de divórcio da UE sem acertar uma posição de negociação abrangente do Reino Unido, May disse: "Ele constantemente se refere aos interesses da Escócia dentro da União Europeia --uma Escócia independente não estaria na União Europeia".

(Reportagem de Kylie MacLellan)

Reuters