Reuters internacional

Primeira-ministra britânica, Theresa May, em Maidenhead. 09/06/2017 REUTERS/Toby Melville

(reuters_tickers)

Por Michael Holden e Kylie MacLellan

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, encontrará a líder de um pequeno partido protestante da Irlanda do Norte nesta terça-feira em uma tentativa de salvar seu mandato e evitar uma segunda eleição que abalaria as negociações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

A aposta malsucedida de May nas eleições custou ao seu Partido Conservador a maioria no Parlamento de 650 cadeiras na última semana e enfraqueceu sua posição apenas alguns dias antes do início das discussões com a UE sobre a separação, cujos termos precisam ser acordados antes da saída agendada para março de 2019.

Com sua autoridade abalada, May ganhou um pouco de tempo com uma boa performance na segunda-feira frente a parlamentares conservadores que disseram que vão ajudá-la a se manter no poder, pelo menos por enquanto.

Entretanto, para continuar no governo, May precisa fechar um acordo com um pequeno e eurocético partido da Irlanda do Norte com 10 cadeiras parlamentares, o Partido Unionista Democrático (DUP).

May encontrará com a líder do DUP, Arlene Foster, em Londres, nesta terça-feira, mas enfrentará exigências do possível aliado por mais dinheiro para a Irlanda do Norte.

Reuters

 Reuters internacional