Reuters internacional

BERLIM (Reuters) - A chanceler alemã, Angela Merkel, emitiu nesta segunda-feira uma declaração conjunta com líderes das principais organizações econômicas internacionais dizendo que querem fortalecer o sistema de comércio global em face do protecionismo.

Merkel juntou-se aos chefes do Fundo Monetário Internacional, do Banco Mundial, da Organização Mundial do Comércio, da OCDE e da Organização Internacional do Trabalho para pedir mercados abertos e o livre comércio necessários para o crescimento econômico.

Eles também enfatizaram a importância de se combater as mudanças climáticas e proteger os recursos.

Mais cedo nesta segunda-feira, o FMI, a OMC e o Banco Mundial apresentaram em Berlim um relatório intitulado "Tornar o comércio um motor de crescimento para todos". Eles disseram que o papel do comércio como um motor do crescimento global está ameaçado por uma desaceleração na reforma comercial desde os anos 2000 e pelo aumento do protecionismo após a crise financeira.

(Por Gernot Heller)

Reuters

 Reuters internacional