Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BERLIM (Reuters) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometeu neste sábado buscar compromissos em questões como comércio e gastos militares com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acrescentando que trabalharia para preservar a importante relação entre a Europa e os Estados Unidos.

"Ele deixou suas convicções claras no discurso de posse", disse Merkel em declarações transmitidas ao vivo.

Numa coletiva de imprensa, Merkel adotou um tom mais conciliador do que o vice-chanceler Sigmar Gabriel, que na sexta-feira disse que a Alemanha deveria se preparar para uma dura viagem sob o novo presidente dos EUA.

As relações com os Estados Unidos, o maior parceiro comercial da Alemanha, provavelmente serão um tema quente nas eleições nos próximos meses.

"Digo duas coisas com relação a este (discurso): primeiro, creio firmemente que é melhor para todos nós trabalharmos juntos com base em regras, valores comuns e ação conjunta no sistema econômico internacional, no sistema de comércio internacional, e fazer nossas contribuições para as alianças militares ", disse Merkel.

A líder conservadora alemã, que busca um quarto mandato e desfrutou de um relacionamento próximo com o ex-presidente Barack Obama, é vista como uma voz para contrabalancear os crescentes partidos populistas na Europa.

Reuters