Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - Milhares de pessoas marcharam em Londres neste sábado para protestar contra a saída do Reino Unido da União Europeia, apenas quatro dias antes de a primeira-ministra Theresa May lançar o início do processo formal de separação do bloco, do qual os britânicos fazem parte há 44 anos. 

A marcha “Unidos pela Europa” acabará com um protesto na Praça do Parlamento, local de um ataque nesta semana realizado por um britânico convertido ao islamismo, no qual quatro pessoas morreram. 

No início do protesto, manifestantes fizeram um minuto de silêncio em memória às vítimas.

Participantes balançavam bandeiras da UE e seguravam cartazes com dizeres como “Qual é o plano?” e “Parem o Brexit” ao se dirigirem ao parlamento. 

Um dos cartazes dizia “Feliz Aniversário UE”, em alusão ao 60º aniversário, nesta semana, de fundação do bloco, atualmente sendo celebrado em Roma. 

Joss Dennis era uma das participantes das três caravanas de Bristol, oeste da Inglaterra, local em que 62 por cento da população votou pela permanência na UE no referendo de junho do ano passado, frente a uma média nacional de 52 por cento para saída do bloco. 

“Com uma votação tão apertada, não vejo como ninguém pode chamar isso de vontade do povo”, disse ela à Reuters. “Temos muito a perder: ambientalmente, politicamente e financeiramente.”

“Um terrível erro foi cometido, mas a situação não está além da redenção”, acrescentou. 

May tem sido firme sobre sua intenção de retirar o Reino Unido do bloco europeu, e irá anunciar formalmente o começo do processo de saída, com expectativa de duração de dois anos, na quarta-feira. 

(Por Ralph Boulton)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters