Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE (Reuters) - Todos os combatentes do Estado Islâmico em Raqqa, na Síria, devem deixar a cidade na noite deste sábado, levando civis como escudos humanos, de acordo com uma autoridade local.

Omar Alloush, membro do Conselho Civil de Raqqa, criado para dirigir a cidade depois de liberada pelo Estado Islâmico, disse que os militantes levariam 400 civis que se encontravam no Hospital Nacional da cidade.

(Por John Davison)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters