Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, disse nesta segunda-feira que oficiais militares russos estão combatendo ao lado de separatistas contra forças ucranianas e que um novo sistema de mísseis russo está sendo usado pelos rebeldes. 08/07/2014 REUTERS/Gleb Garanich

(reuters_tickers)

KIEV (Reuters) - O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, disse nesta segunda-feira que oficiais militares russos estão combatendo ao lado de separatistas contra forças ucranianas e que um novo sistema de mísseis russo está sendo usado pelos rebeldes.

Poroshenko deu a declaração durante uma reunião emergencial com seus chefes de segurança depois de um fim de semana de ataques aéreos ucranianos contra posições rebeldes, perto da fronteira com a Rússia, e acusações por parte de Moscou de que um russo foi morto por forças da Ucrânia na fronteira.

A guerra de palavras entre Kiev e Moscou e os combates intensos, nos quais forças ucranianas infligiram pesadas baixas aos rebeldes, marcam uma dura escalada nos três meses de conflito, nos quais foram mortos vários militares ucranianos, civis e rebeldes.

"Foi também confirmada a informação de que integrantes das forças russas estão tomando parte das operações militares contra forças ucranianas", declarou Poroshenko, ampliando as acusações que fez no domingo sobre a entrada no país de equipamento militar pesado vindo da Rússia.

Poroshenko afirmou ainda que as forças ucranianas estão agora sob ataque de um novo sistema russo de mísseis e que terão de mudar suas táticas na fronteira, mas não deu detalhes.

(Reportagem de Natalya Zinets)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters