Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BUDAPESTE (Reuters) - O Reino Unido está muito próximo de chegar a um acordo com a União Europeia sobre como proteger os direitos dos cidadãos depois que o país deixar o bloco, disse o ministro das Finanças britânico, Philip Hammond, nesta quinta-feira.

Os direitos dos cidadãos da UE no território britânico formam uma de três questões que o bloco quer decidir antes de começar a discutir o relacionamento futuro entre o Reino Unido e a UE.

"Fizemos um ótimo progresso. Temos um grau muito alto de alinhamento. Não totalmente finalizado ainda, mas estamos muito próximos de ter um acordo sobre como protegeremos os cidadãos uns dos outros que estão em nossos países", disse Hammond em uma coletiva de imprensa em Budapeste depois de se reunir com ministros do Grupo de Visegrád, que congrega países do leste europeu.

"Nosso desejo e intenção é que as pessoas que vieram ao Reino Unido para trabalhar e fazer a vida no Reino Unido possam continuar a viver aqui, a levar suas vidas exatamente como antes. Esta é nossa intenção clara e declarada."

Hammond acrescentou, porém, que os cidadãos britânicos que se mudaram para países da UE deveriam poder fazer o mesmo.

"Partindo de uma base recíproca, o objetivo é fazer tudo se parecer exatamente como um dia antes de deixarmos a UE", afirmou.

O ministro ainda disse que as conversas sobre a desfiliação britânica do bloco deveriam resultar em um roteiro de saída.

"Queremos dar aos negócios dos dois lados do Canal da Mancha e aos dois lados da fronteira irlandesa a confiança de que não enfrentarão um precipício quando deixarmos a UE", acrescentou.

(Por Gergely Szakacs)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters