Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem do suspeito de atropelar pedestres com uma van andando no mercado La Boqueria, em Barcelona 17/08/2017 Cortesia do jornal El País via REUTERS

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - O homem que atropelou uma multidão com uma van em Barcelona na semana passada, identificado como o marroquino Younes Abouyaaqoub, de 22 anos, fugiu à pé do local e depois matou um homem a facadas e roubou seu carro para escapar, disse a polícia da Catalunha nesta segunda-feira.

A polícia ainda está procurando por Abouyaaqoub e divulgou fotos do suspeito nesta segunda-feira.

Treze pessoas morreram atropeladas por uma van em Las Ramblas, e uma mulher foi morta em um ataque separado de suspeitos militantes islâmicos, algumas horas depois, na cidade de Cambrils.

A polícia agora considera que o número de mortes dos ataques é de 15 pessoas, incluindo o espanhol esfaqueado em seu carro.

As autoridades acreditam que Abouyaaqoub pegou o carro da vítima, avançou contra policiais em um posto de controle da cidade e então abandonou o veículo com o corpo morto dentro.

Autoridades do governo da Catalunha e a polícia disseram em coletiva de imprensa conjunta que outro incidente havia se desdobrado em Barcelona nesta segunda-feira envolvendo uma mochila suspeita dentro de um ônibus, mas a polícia confirmou depois que foi um alarme falso.

(Reportagem da redação de Madri)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters