Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - Um homem que entrou com um carro em uma rua comercial para pedestres em Antuérpia foi acusado de tentativa de assassinato terrorista, disseram procuradores federais da Bélgica nesta sexta-feira.

Ninguém se feriu no incidente, mas as autoridades disseram que os pedestres tiveram que saltar da frente do veículo e que a polícia encontrou facas no veículo de Mohamed R., que tem 39 anos, é do norte da África e mora na França.

Ele também foi acusado de posse ilegal de armas.

    Uma fonte francesa a par da investigação disse que se acredita não ter havido motivação terrorista e que o suspeito não tentou atingir ninguém. Na quinta-feira a fonte disse que o suspeito provavelmente estava bêbado e tentando fugir de uma verificação policial.

    A mídia belga disse que a polícia encontrou o homem dormindo no carro depois de persegui-lo pela cidade e que ele estava intoxicado demais para depor sobre o incidente.

    "Parece que ele ainda não tinha sido interrogado hoje de manhã, dado seu estado", relatou a fonte francesa.

    Os procuradores federais belgas não deram mais nenhum detalhe sobre o caso.

(Por Robert-Jan Bartunek)

Reuters