Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Familiares das vítimas do ataque na Ponte de Westminster Melissa e Kurt Cochran comparecem a entrevista coletiva na Nova Scotland Yard, em Londres. 27/03/2017 REUTERS/Stefan Wermuth

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - A mulher do homem que matou quatro pessoas perto do Parlamento britânico na semana passada disse nesta terça-feira que condena totalmente o ataque, e ofereceu suas condolências às vítimas.

O inglês Khalid Masood atropelou pedestres na Ponte de Westminster com um carro em alta velocidade, deixando três mortos e cerca de 50 feridos, e depois matou a facadas um policial do Parlamento, até ser mortos a tiros pela polícia, na quarta-feira.

"Estou triste e chocada pelo que Khalid fez", disse Rohey Hydara em comunicado. "Condeno totalmente as ações dele. Expresso minhas condolências às famílias das vítimas que morreram, e desejo uma rápida recuperação a todos os feridos".

Reuters