Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MADRI (Reuters) - Depois de mais de uma semana de eventos, shows e parada em que centenas de milhares de pessoas participaram, a Madrid World Pride, a mais recente encarnação do maior festival LGBT do mundo, acabou neste domingo.

Desde a criação em 2000, a World Pride acontece em grandes cidades ao redor do mundo para promover os direitos de comunidades de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT).

Ao longo de 10 dias, o festival de Madri abrigou eventos que foram desde uma conferência sobre direitos humanos a uma corrida de homens usando salto alto.

A Madrid World Pride coincidiu com o aniversário de 40 anos do primeiro protesto LGBT na Espanha.

A próxima World Pride será realizada em Nova York em 2019, coincidindo com o aniversário de 50 anos das manifestações de Stonewall, quando membros da comunidade gay protestaram contra tratamento violento da polícia.

(Por Sam Edwards)

Reuters