Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do comitê de inteligência da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos disse nesta segunda-feira que não viu evidências de contato entre a campanha de Donald Trump e o governo russo durante a eleição presidencial de 2016.

Devin Nunes, chefe do Comitê Permanente de Inteligência da Câmara, disse que o painel está expandindo uma investigação em curso sobre as atividades russas para incluir os esforços de Moscou visando as eleições dos EUA.

Nunes disse que foi informado sobre uma transcrição de uma conversa telefônica que o ex-conselheiro de segurança nacional de Trump Michael Flynn tinha tido com um enviado russo após a eleição.

Ele disse que não ouviu nada preocupante sobre esse telefonema.

(Reportagem de Patricia Zengerle)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters