Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido reduziu seu nível de ameaça de segurança para "grave" neste sábado, após significativa atividade da polícia investigando o ataque suicida em show de música pop em Manchester, disse a primeira-ministra, Theresa May.

Mais cedo, a polícia, em uma caçada de uma rede suspeita por trás de Salman Abedi, homem-bomba que matou 22 pessoas na noite de segunda-feira, afirmou ter feito duas novas prisões durante a noite, uma vez que eram próximos de outros possíveis membros da cédula.

May afirmou que isso significa que o órgão independente que determina o nível de ameaça decidiu rebaixá-la do nível mais alto, "crítico", que significa que um ataque pode ser iminente, a "grave".

"Uma significativa atividade policial ocorreu nas últimas 24 horas e há agora 11 suspeitos sob custódia", disse May.

"Ao público deve ficar claro sobre o que isso significa. Um nível de ameaça grave significa que um ataque é altamente provável. O país deve permanecer vigilante."

A avaliação de ameaça agora voltou ao nível que estava antes do ataque em Manchester, noroeste da Inglaterra, e significa que os soldados que têm auxiliado a polícia serão retirados das ruas do Reino Unido a partir da meia-noite de segunda-feira.

Além de matar 22 pessoas, incluindo sete crianças, a explosão de segunda-feira feriu 116, com 63 ainda no hospital e 20 em estado crítico, disseram autoridades de saúde.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters