Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeira-ministra britânica, Theresa May, durante pronunciamento do lado de foram da residência oficial na rua 10 Downing Street, em Londres. 04/06/2017 REUTERS/Kevin Coombs

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O nível de ameaça de terrorismo do Reino Unido continuará como "severo" após militantes deixarem 7 mortos e 48 feridos em Londres, disse a primeira-ministra britânica, Theresa May, nesta segunda-feira, descrevendo o ocorrido como um ataque contra o mundo livre.

Medidas de segurança adicionais foram postas em prática, incluindo em diversas pontes no centro de Londres, disse May. Três agressores portando facas atropelaram pedestres com um veículo na London Bridge e apunhalaram outras pessoas nas redondezas.

"JTAC, o centro independente de análise de terrorismo conjunto, confirmou que o nível de ameaça nacional continua severo, o que quer dizer que um ataque terrorista é muito provável", disse a primeira-ministra à BBC após uma reunião do comitê de emergência do governo.

"Agora é claro que, infelizmente, as vítimas tinham diversas nacionalidades. Esse foi um ataque contra Londres e contra o Reino Unido, mas também foi um ataque contra o mundo livre".

(Reportagem de Kylie MacLellan)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters