Reuters internacional

BOSASO (Reuters) - O número de mortos em ataque a uma base militar na região semiautônoma de Puntland, no norte da Somália, aumentou para 59, sobre 38 informados antes, disse um oficial militar neste sábado.

No ataque de quinta-feira, os combatentes do Al Shabaab vinculados à Al Qaeda invadiram a base em Af Urur, cidade a cerca de 100 quilômetros ao sul de Bosaso.

"Nós confirmamos que o número total de óbitos é de 59, incluindo seis mulheres, e o número total de feridos é de 38", disse o major Mohamed Abdi, oficial militar de Puntland, à Reuters por telefone.

Af Urur fica perto das colinas de Galgala, área controlada por Al Shabaab, que tem como objetivo expulsar as forças de paz da União Africana, derrubar o governo da Somália e impor a sua versão estrita do islamismo.

Reuters

 Reuters internacional