Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Homem ferido após terremoto na província de Yunnan no domingo, no sudoeste da China. 4/08/2014. REUTERS/China Daily

(reuters_tickers)

PEQUIM (Reuters) - O número de vítimas em um terremoto de magnitude 6,3 que atingiu o sudoeste da China no domingo subiu para 398 pessoas, noticiou a mídia estatal nesta segunda-feira.

A China disse ter enviado milhares de policiais, soldados e bombeiros para o local do desastre. O premiê Li Keqiang visitou a localidade nesta segunda-feira, informou a agência de notícias estatal Xinhua, e solicitou uma ação rápida para a localização dos desaparecidos e das pessoas presas nos escombros.

O tremor em uma região remota da província Yunnan provocou o desabamento de milhares de construções, incluindo escolas, informou a Xinhua.

O epicentro do terremoto foi na cidade de Longtoushan, no distrito montanhoso de Ludian.

Tremores de terra são comuns na região. Um terremoto na província de Sichuan, também no sudoeste chinês, matou mais de 70 mil pessoas em 2008.

(Reportagem de Megha Rajagopalan)

Reuters