Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldados da Libéria verificam pessoas de Bomi County, na Libéria, em isolamento sanitário devido ao Ebola. 11/08/2014 REUTERS/Stringer

(reuters_tickers)

GENEBRA (Reuters) - Os casos de Ebola na África Ocidental este ano subiram para 2.240, com 1.229 mortes, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira, incluindo no total de casos os números de quatro países: Guiné, Libéria, Nigéria e Serra Leoa.

A OMS informou também que está trabalhando com o Programa Mundial de Alimentos da ONU para garantir a entrega de comida a 1 milhão de pessoas em quarentena devido ao Ebola nesses países.

"Alimento tem sido entregue a pacientes hospitalizados e a pessoas em quarentena que não podem sair de casa para comprar comida. Fornecer alimentos regularmente é uma forma importante de limitar movimentos desnecessários", disse a OMS em comunicado.

Enquanto a Nigéria, país mais populoso da África e maior produtor de petróleo do continente, parece estar contendo o surto de menor escala no país, Libéria e Serra Leoa enfrentam dificuldades para conter a disseminação do vírus Ebola entre a população.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Reuters