Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por David Alire Garcia e Adriana Barrera

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Equipes de resgate reviraram escombros na madrugada desta quarta-feira em busca de dezenas de crianças que acredita-se estarem soterradas em uma escola na Cidade do México, uma das centenas de edificações destruídas pelo terremoto mais letal a atingir o país em uma geração.

O tremor de magnitude 7,1 deixou ao menos 217 mortos, sendo quase metade das vítimas na capital, exatos 32 anos depois de um terremoto devastador em 1985 e menos de duas semanas depois que um poderoso tremor matou quase 100 pessoas no sul do país.

Entre as ruínas da escola Enrique Rebsamen, soldados e bombeiros encontraram ao menos 22 crianças e dois adultos mortos, enquanto outras 30 crianças e 12 adultos estão desaparecidos, disse o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters