Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - O negociador-chefe da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier, disse que defenderá os direitos dos expatriados quando a primeira-ministra britânica, Theresa May, desencadear a retirada do Reino Unido da UE na quarta-feira.

"O Brexit fez com que os cidadãos da UE se preocupassem com seu futuro na UE-27 e no Reino Unido. A UE será firme sobre os direitos deles", disse o ex-ministro das Relações Exteriores da França nesta terça-feira, depois de se reunir com ativistas pelos direitos dos cidadãos europeus residentes no Reino Unido.

O grupo, conhecido como "os3milhões", quer que os três milhões de cidadãos dos outros 27 Estados-Membros da UE que vivem no Reino Unido tenham a garantia de que podem ficar depois do Brexit dentro de dois anos. Cerca de um milhão de britânicos vivem em outros países da União Europeia.

Ao estabelecer suas prioridades antes da notificação de May sobre a saída do bloco, Barnier disse na semana passada que garantir os direitos dos cidadãos europeus que escolheram viver no estrangeiro seria "uma prioridade absoluta desde o início".

(Reportagem de Alastair Macdonald)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters