Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

KUALA LUMPUR (Reuters) - Um barco que partiu da Indonésia transportando 40 pessoas naufragou na costa da Malásia nesta segunda-feira, deixando ao menos nove mortos e quase 30 desaparecidos, no mais recente acidente envolvendo trabalhadores imigrantes em embarcações superlotadas.

A Agência de Vigilância Marítima da Malásia (MMEA) disse ter recuperado os corpos de seis mulheres e três homens e resgatado duas pessoas do acidente, ocorrido no início da manhã. O destino de outras 29 pessoas ainda é desconhecido.

A agência disse que acredita que uma combinação de fatores, incluindo a superlotação, o tempo ruim e a condição do mar, causou a tragédia.

No passado recente foram registrados vários acidentes nas rotas marítimas entre a Indonésia e a Malásia envolvendo barcos lotados de trabalhadores em busca de emprego nas fábricas e plantações malaias.

Em novembro, mais da metade dos 101 passageiros de um barco morreu depois que a embarcação atingiu um recife e afundou ao largo da ilha indonésia de Batam, ao sul de Cingapura.

Quatro meses antes, um barco afundou a caminho de Batam. As autoridades malaias recuperaram oito corpos e resgataram 34 pessoas.

A polícia da Malásia recuperou 17 corpos em janeiro do ano passado depois que um barco que transportava imigrantes ilegais naufragou em alto mar.

(Por Joseph Sipalan)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters